All posts by Joe Watson

Galpão comercial em São Paulo para alugar – Onde encontrar? Quanto custa?

Galpão comercial em São Paulo para alugar é o que muitas pessoas procuram. Mas, como bem sabemos, está ficando cada vez mais difícil encontrar boas opções. E quais são as opções de galpões logísticos para alugar? Vale a pena alugar um galpão na cidade de São Paulo ou o aluguel acaba saindo muito caro?

Ter um galpão no qual podemos armazenar todo o nosso estoque de matéria-prima é algo essencial. Com o avanço da logística empresarial, uma quantidade imensa de novos galpões surgiram, ajudando principalmente as empresas de grande porte que precisam de um espaço estrondoso para armazenamento de carga.

Mas, não precisamos nos restringir somente a isso: empresas pequenas e médias também podem usufruir desse tipo de local, ainda mais em São Paulo. Trata-se da maior cidade no setor industrial de todo o Brasil, que naturalmente produz mais do que todas as outras, e, consequentemente, precisa de locais para colocar seus estoques.

No conteúdo de hoje, vamos explicar a você sobre como funciona o aluguel de galpões comerciais na cidade de São Paulo. Então, se busca um galpão comercial em São Paulo para alugar, recomendamos que nos acompanhe até o final da matéria para saber mais. Vamos lá, leia com a gente!

O que é um galpão comercial?

Mas afinal, o que é um galpão comercial? Você provavelmente já ouviu falar sobre o termo, mas não deve ter entendido muito sobre o assunto se nunca alugou um. Errado está quem pensa que galpões logísticos e galpões comerciais são a mesma coisa: apesar de terem um objetivo semelhante, quem os aluga são pessoas diferentes.

De forma bem resumida e direta, um galpão comercial é um espaço onde você pode colocar todo o seu estoque, dentro de alguma sala dentro de um galpão compartilhado, ou então em um galpão próprio com maior capacidade de armazenamento. Tudo depende do tipo de aluguel de galpão que você deseja realizar.

O grande diferencial do galpão comercial é que este não é tão distante da cidade, ao contrário do galpão logístico. Assim, o foco é para empresas talvez até menores, mas que desejam estar perto do centro da cidade para que toda a logística de carga, descarga, busca e materiais, etc., seja mais rápida.

Dessa forma, é natural que muitas pessoas procurem por aluguéis de galpões comerciais, ainda mais na cidade de São Paulo. Porém, à medida que o tempo passa fica mais difícil encontrar boas oportunidades, visto que cresce o número de pessoas que alugam e diminui a quantidade de oportunidades.

Galpão comercial em São Paulo para alugar: quanto custa?

E quanto custa, afinal, o valor do aluguel de um galpão comercial? Vale a pena alugar analisando do ponto de vista financeiro ou não? Como o aluguel é cobrado para quem deseja alugar? Por metro quadrado? Por quantidade de material alocado no espaço? O pagamento é mensal ou anual?

Uma das dúvidas mais comuns entre pessoas que desejam pagar o aluguel de um galpão para ter espaço próprio, está relacionada aos valores que são cobrados por tal serviço. Será que o custo é muito algo? Bem, depende muito da localização que você escolher. Basicamente, o preço é cobrado por metragem quadrada.

Dessa forma, com o preço do metro quadrado em mãos, a única coisa que você precisa fazer é multiplicá-lo pela área do galpão. Assim, por exemplo, se um galpão tem uma área de 400m² e estamos falando de uma média de R$15,00 a cada metro quadrado, logo teríamos que fazer essa conta: 400×15 = 6000. O que isso significa? Que o aluguel do galpão desejado fica no valor de R$6.000,00 mensais, mas é claro, isto é negociável.

E é realmente este preço? Depende muito da localização do galpão, como mencionado anteriormente. O preço médio em todo o Brasil fica na faixa de R$15,00 a R$18,00, mas pode chegar a metade desse valor em áreas de interior. Em São Paulo não é muito diferente, com o adicional de que regiões centrais da cidade podem cobrar o dobro disso.

Galpão logístico x Galpão comercial: qual é o melhor?

E entre esses dois tipos de galpão, qual é o melhor? Depende muito do tipo de serviço que você precisa. Por exemplo, se estamos falando de uma empresa que trabalha com grandes cargas e precisa de maior espaço para a logística de carga e descarga, então naturalmente o galpão logístico é mais indicado, principalmente pela distância de grandes movimentações urbanas.

Porém, caso estejamos falando de uma empresa comercial, que vende coisas pequenas, mas em grande quantidade diária, sempre precisando repor o estoque da loja, então o galpão comercial é mais indicado, justamente por sempre estar mais próximo da sede.

De qualquer forma, um galpão comercial em São Paulo para alugar pode ajudar e muito o seu negócio, então vale a pena investir. Até a próxima!

Como passar em provas e concursos? – Confira 7 dicas eficazes!

Como passar em provas e concursos? O que devemos fazer para conseguir ir bem nas provas da faculdade e nos concursos? É possível passar em um concurso estudando somente 6 meses antes da prova? Que tipo de conteúdo deve ser estudado para provas de concursos bancários? E quando falamos de concursos de carreiras policiais?

Cada vez mais aumenta o número de pessoas que desejam passar em um concurso público. Isso acontece porque a estabilidade que um concurso passa, nenhuma outra profissão pode oferecer. É uma profissão em que você só sai se fazer algo de errado ou então porque decidiu sair, seja qual motivo tenha sido.

Dessa forma, é necessário se preparar para conseguir passar em uma prova como essa. Quando não se estuda, a concorrência é desleal, visto que muitos dos conhecidos como “concurseiros”, já estudam há anos e sabem que vão tirar ao menos uma nota próxima da necessária para serem aprovados.

Portanto, no conteúdo de hoje, vamos abordar com você sobre como passar em provas e concursos. Caso esse seja o seu desejo, então recomendamos que nos acompanhe até o final do conteúdo para saber maiores detalhes. Vamos lá, leia com a gente!

Como passar em provas e concursos?

1. Separe as matérias mais importantes

Como passar em provas e concursos? O primeiro passo é separar as matérias mais importantes, ou seja, os assuntos que com quase toda a certeza irão cair na sua prova. Matérias como português, matemática básica e informática geralmente são certeza de que cairão na prova, assim como conhecimentos gerais.

São conteúdos que caem tanto em concursos de nível médio quanto de nível superior. Em seguida, surgem as matérias específicas: por exemplo, em um concurso de carreira policial, sempre irá cair algo relacionado ao Direito, as leis vigentes no país, principalmente relacionadas à segurança do Estado.

Já em um concurso bancário como o concurso caixa economica , é mais comum que caiam perguntas relacionadas à matemática mais aplicada, com frações, contas com porcentagem, entre outros detalhes. Indo um pouco mais além, concursos de prefeituras quase sempre possuem perguntas relacionadas à legislação da própria cidade. Sempre leia o Edital do concurso e confira quais são as matérias que irão cair.

2. Faça um planejamento de estudos

O próximo passo, agora que você já leu o Edital da prova, é fazer um planejamento de estudos. O planejamento irá lhe dar um caminho a ser seguido, ou seja, irá organizar o seu cotidiano para que tudo tenha a hora certa de ser estudado. Nesse planejamento, você pode definir quais são as matérias que serão estudadas a cada dia.

Existem pessoas que preferem fazer planejamentos semanais, pois assim possuem maior controle daquilo que se perde no caminho. Outras, no entanto, preferem tirar um dia inteiro e fazer um planejamento mensal, com alguns retoques a cada final de semana, mas com um caminho de estudo a ser seguido por, pelo menos, 30 dias completos.

3. Estude ao menos 3 horas por dia

Como passar em provas e concursos? Recomendamos que você estude ao menos 3 horas por dia. Sabemos que para algumas pessoas que possuem uma rotina corrida isso pode parecer muito, mas é o mínimo necessário para garantir que você realmente estude tudo aquilo que precisa antes da prova.

É claro, se não for possível, até 1h30 já é o bastante, o importante mesmo é estudar. Mas, lembre-se que quanto menos tempo você tiver para estudar por dia, com maior antecedência deverá começar a estudar seus conteúdos.

4. Confira provas anteriores

Outra dica que podemos dar é que você olhe provas anteriores. As provas antigas geralmente possuem algumas pegadinhas que podem ser úteis para serem estudadas para a próxima prova. Sempre leve em conta que os anos passaram e, assim sendo, muita coisa pode estar desatualizada. Isso também vale para o concorrido concurso inss 2022.

De qualquer forma, consegui-las não é nada difícil. É comum que provas de concursos antigos sejam encontradas facilmente na internet, com uma pesquisa rápida. Os conteúdos estarão em PDF: baixe-os, imprima-os e comece a rabiscar toda a prova com seus estudos sobre o assunto.

5. Compre um curso

Como passar em provas e concursos? Comprar um curso sempre será a melhor das opções, desde que este seja realmente um curso de qualidade. Dizemos isso porque de nada adianta gastar dinheiro com cursos que não são conhecidos, adquirindo somente porque está barato.

Sempre leia as avaliações de pessoas que já compraram aquele curso, dessa forma, é mais fácil de evitar cair em uma furada. Vale ressaltar que o curso lhe entrega tudo o que você tem que estudar de forma mastigada, sendo que a grande maioria ainda auxilia o aluno na montagem de um plano de estudos.

Sempre será melhor estudar com um curso em mãos do que sozinho. Ao estudar por conta própria, você precisa buscar a ordem dos conteúdos a serem estudados, como os vídeos que precisa assistir para determinada matéria. Quando falamos em um curso, tudo já vem organizado da maneira que tem que ser. Continue lendo conosco para saber como passar em provas e concursos.

6. Estude em dupla ou grupo

Outra maneira de se dar bem em um concurso é estudando em dupla ou grupo. Já ouviu o ditado que diz que “duas pessoas pensam melhor que uma”? A frase realmente é verdadeira, e quanto mais pessoas estiverem envolvidas – desde que focadas no estudo – mais fácil é o processo de aprendizagem.

É como se todas estudassem juntas em um curso presencial, porém, aqui se trata de uma roda de estudos. Ambos se comprometem a estudar determinados conteúdos quando estão sozinhos, e assim, quando estão juntos podem debater sobre o tema estudado e aprender mais sobre percepções diferentes.

Esse processo de aprendizagem em grupo pode ser mais difícil para alguns do que para outros, mas com o tempo é visível que a retenção do estudo é maior do que quando se estuda sozinho.

7. Durma e se alimente bem

Por fim, não esqueça de que você tem uma vida fora dos estudos. Comer, dormir bem e aproveitar algumas horas de lazer são tarefas essenciais para quem deseja regular bem o seu corpo, evitando excesso de estresse por estudar demais. Portanto, caso realmente queira passar em um concurso, dê um tempo a si mesmo todos os dias. Até a próxima!